Módulo: Série de TV (humor)

Ministrante: Denis Nielsen

 

Apresentação

 

A oficina tem como objetivo ampliar os conhecimentos do processo de escrita de roteiros para séries de comédia. A partir da análise crítica de séries clássicas e atuais, além de esmiuçamento de casos da experiência pessoal do ministrante, o curso abordará os conceitos básicos da dramaturgia de humor televisiva, tipos de personagem, estrutura, diferenças de estilos e o método de criação em todas as suas possíveis etapas, da ideia ao roteiro, passando por sinopse, escaleta e a dinâmica de uma sala de roteiristas.

 

DIA 1

 

Introdução: Ler. Escrever. Assistir TV.

Sobre como se tornar um bom roteirista de TV

 

TV, Cinema e as tais novas mídias

 

Sobre as diferenças e semelhanças entre as mídias, e o que permanece como essencial na dramaturgia televisiva mesmo na era da internet

A diferença entre o conceito de TV como o conhecíamos antes (horário nobre) e como o conhecemos agora (Netflix)

 

Especificidades da linguagem televisiva

 

Sobre como as séries nos atraem, capturam e “escravizam” através de: premissas fortes e/ou ganchos poderosos; universo atrativo; personagens interessantes com os quais nos envolvemos emocionalmente; orçamento adequado; foco no público alvo.

 

A construção da personagem

 

Sobre as técnicas básicas para se criar personagens interessantes com os quais nos envolvemos emocionalmente.

 

Discussão e aprofundamento dos conceitos do dia a partir da análise de trechos de séries diversas

 

Friends, Seinfeld e The Big Bang Theory (TV Aberta Americana);  Louie, Silicon Valley e Review with Forrest McNeil (TV a cabo Americana), Bob’s Burgers (Animação) e A Grande Família e Adorável Psicose (TV Brasileira)

 

 

DIA 2

 

Da ideia ao roteiro: bíblia, sinopse, argumento/escaleta, roteiro e a tal “sala de roteiristas”

 

Os passos básicos do processo de criação de um roteiro, incluindo a dinâmica de trabalho em equipe em salas de roteiristas

 

A estrutura do episódio

 

Sobre os conceitos básicos para se pensar estrutura: trama, beats, cenas, pontos de virada, atos, clímax, desfecho, ganchos

- Subtópico: As séries episódicas X As séries de arco longo e a mistura entre as duas (com menção às séries de Sketch)

 

Tipos de Comédia

 

Sobre os diferentes subgêneros que a comédia televisiva pode caminhar, a grade de programação (TV paga X TV Aberta), e comparação da estrutura de diferentes tipos de comédia, em relação à temporada e ao episódio.

-Comédia de situações (Friends/ Seinfeld)
- Nonsense (Review with Forrest McNeil/ Porta dos Fundos)
- Screwball (de diálogo) (Bob’s Burgers/ The Big Bang Theory)
- Comédia de constrangimento (The Office/ Extras)
- Dramédia (Girls, Transparent)

 

Discussão e aprofundamento dos conceitos do dia a partir da análise da estrutura de um episódio de Seinfeld

 

O que faz de Seinfeld uma das séries mais bem sucedidas de comédia da televisão?

- Tema
- Personagens
- Nonsense sem perder a base na realidade
- Estrutura (cada cena avança uma informação; cada informação nos aproxima da resolução)/Ganchos/ situações

 

 

DIA 3

 

Leitura a análise de trechos de roteiros de séries

 

Retomando conceitos discutidos nos dois primeiros dias, faremos leituras e análises críticas de trechos de roteiros de séries como 30 Rock, Parks & Recreation, How I Met Your Mother.

 

Diferenças entre o mercado norte americano e o brasileiro

 

Como funciona o mercado norte americano, como funciona o mercado brasileiro, as principais diferenças e semelhanças, o que é e o que poderia ser (com adendo da lei da TV paga, em vigor no Brasil)

 

O processo de criação de séries no Brasil a partir da discussão sobre os processos de criação das séries Vida de Estagiário e Historietas Assombradas (para Crianças Malcriadas)

 

Depoimento sobre os processos, leitura e análise de sinopses, escaletas e diferentes versões de roteiros.

 

Discussão e aprofundamento dos conceitos do dia a partir da análise de um episódio da série Vida de Estagiário

 

Da folha em branco à tela