CURRICULUM

ICUMAM

ICUMAM

O Icumam – Instituto de Cultura e Meio Ambiente – é uma organização não governamental que atua de forma efetiva na democratização do acesso à produção audiovisual brasileira. Fundado em 2000, em Goiânia – GO, desenvolve projetos voltados para a exibição de curtas e longas metragens além de promover ações sistemáticas de qualificação profissional e formação de público. Entre outras importantes iniciativas, o Icumam realiza anualmente a Goiânia Mostra Curtas, um dos mais importantes festivais de cinema de curta metragem do Brasil.

 

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO ICUMAM

 

2000

 

Este projeto consistiu na gravação de um CD  e de um vídeo clip com a Família Kriya – uma família que estuda sons de percussão  através de diversos materiais de uso doméstico. Este projeto contou com recursos do Fundo Nacional de Cultura.

Data: setembro a dezembro de 2000, em Goiânia.

 

2001

 

Festival não competitivo de curta metragem que em sua primeira edição contou com a parceria da Prefeitura Municipal – através da Secretaria de Cultura e diversas empresas privadas, como Tropical Imóveis, CCB Construtora, Faculdades Cambury, Saga Automóveis, Samedh Saúde, empresas da indústria cinematográfica nacional como a Labocine, Estúdios Mega, Quanta, Fujifilm, Acervo Digital, CTAv Funarte, Mega Color, Cinema.

Data: 19 a 22 de outubro de 2001 em Goiânia.

 

2002

 

Produção de um documentário em digital, com finalização em Betacan de uma tragédia acontecida em Goiânia, nos anos 50, e que originou o livro do escritor goiano Miguel Jorge - Veias e Vinhos.

Este projeto contou com recursos da Lei de Incentivo à Cultura Municipal. O documentário foi selecionado para 8º Festival  “É Tudo verdade“.

Data: maio a agosto de 2002, em Goiânia

 

Em sua segunda edição o Goiânia Mostra Curtas, passou a ser um festival competitivo e contou com parcerias importantes através da Lei Rouanet- Brasil Telecom e Eletrobrás. Tivemos apoio das empresas da indústria cinematografias e apoios de empresas locais, Senac, universidades, etc.

Data: de 8 a 13 de outubro de 2002 em Goiânia.

 

2003

 

Em sua terceira edição a Goiânia Mostra Curtas, aconteceu no Teatro Goiânia e teve um público estimado de 26.600 espectadores, em todas as suas atividades: mostras, debates, oficinas e encontros.

Fizemos uma homenagem aos 70 anos de Goiânia, valorizando a arquitetura Art Déco da cidade.

Através da Lei Rouanet conseguimos patrocínio com a Petrobrás e Vivo e através da Lei Goyazes, que foi nosso parceiro foi a CELG.

Além dos patrocínios para abatimentos em impostos devidos, ainda contamos com parcerias locais, o que muito nos ajuda bastante e a viabilizar o projeto.

Data: de 7 a 12 de outubro de 2003.

 

2004

 

Este projeto consiste em exibições de filmes a céu aberto em cidades do interior de Goiás, que não contam com salas de cinema.

Objetiva contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, criando platéias e ainda dar oportunidade a maioria da população de poder assistir a filmes nacionais, com equipamento comparado em qualidade  a salas de cinema.

Este projeto passou por nove cidades do interior de Goiás, com público estimado de 25 mil expectadores. Foi captado pela Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio do Novo Mundo.

 

·      4ª Goiânia Mostra Curtas

A quarta Goiânia Mostra Curtas exibiu 115 curtas-metragens, produzidos em 19 Estados. Em seis dias de evento, com entrada gratuita, a estimativa de publico foi de  21 mil pessoas nessa celebração do cinema nacional em que todas as bitolas se encontram na mesma telona.

O audiovisual de animação foi o tema abordado na 4aGoiânia Mostra Curtas, o maior festival de curta-metragem do Brasil Central.

Através da Lei Rouanet conseguimos patrocínio com a Petrobrás, Vivo e Fundo Nacional de Cultura além de fundamentais apoios locais e das industrias cinematográficas.

Data: de 12 a 17 de outubro de 2004

 

2005

 

Este projeto consiste em exibições de filmes em praça pública, nas cidades do interior de Goiás, que não contam com salas de cinema.

Objetiva contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional,criando platéias e ainda dar oportunidade a maioria da população de poder assistir a filmes nacionais, com equipamento comparado em qualidade  a salas de cinema.

Este projeto foi executado em junho de 2005 passando por 10 cidades do interior de Goiás e com público estimado de 18 mil expectadores. Foi  captado pela Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio do Novo Mundo.

 

·      5ª Goiânia Mostra Curtas

Na Quinta Goiânia Mostra Curtas foram exibidos 122 curtas-metragens, produzidos em 22 Estados. Em seis dias de evento, com entrada gratuita, a estimativa de público foi de 21 mil pessoas nessa celebração do cinema nacional em que todas as bitolas se encontram na mesma telona.

A Cultura Popular foi o tema abordado na 5a Goiânia Mostra Curtas, o maior festival de curta-metragem do Brasil Central.

Através da Lei Rouanet conseguimos patrocínio com a Petrobrás e Fundo Nacional de Cultura além de fundamentais apoios locais e das indústrias cinematográficas.

 

Espetáculo: “Adelaide Pinta e Borda” . Circuito: Goiânia – GO; Anápolis – GO; Pirenopólis – GO e Taguatinga – DF.

 

2006

 

Este projeto teve por objetivo a preparação de novos diretores, roteiristas e produtores e atores para a atividade profissional cinematográfica atualizada.

O Curso foi ministrado em quatro etapas: Roteiro; Direção (técnica de direção); Produção Cinematográfica; Interpretação para Cinema. Cada etapa será desenvolvida em  15 horas semanais.

Este projeto se realizou em 3 a 27 de abril de 2006, incentivado pela Lei Municipal de Incentivo a Cultura e patrocinado pela Saga e Tropical Imóveis.

 

Este projeto consistiu em exibições de filmes em praça pública, nas cidades do interior de Goiás entre outros Estados, que não têm acesso as salas cinemas. E objetivou contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, formando platéias, criando oportunidade de lazer e cultura para a maioria da população, lhes possibilitando assistir a filmes nacionais, com equipamentos comparados, em qualidade,  a salas de cinema.

Este projeto  percorreu em torno de 16 cidades do interior de Goiás entre outros Estados. Em edições anteriores contou com público estimado de 18 mil expectadores. Foi captado pela Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio da Novo Mundo.

 

A sexta edição foi realizada de 10 a 15 de outubro de 2006 no Teatro Goiânia, Goiânia-GO. Em seis dias de evento, com entrada gratuita.

Desde sua primeira edição a Mostra tem sido sucesso de público, conquistando espaço cada vez maior na mídia regional e nacional. Estima-se que o evento já tenha recebido mais de 95 mil espectadores nos últimos cinco anos em 2006 houve um público superior a 21 mil participantes.

Como acontece a cada ano, a Goiânia Mostras Curtas define uma temática que permeia toda a programação do festival, entre sessões de exibição, oficinas, seminários e debates. Para a sexta edição, o Icumam escolheu, como tema, a produção audiovisual experimental. A Goiânia Mostra Curtas tem ainda a seguinte programação permanente: Mostra Brasil, Mostra Goiás, Mostra Municípios, 5a Mostrinha e Mostra nos Bairros.

 

2007

 

A sétima edição foi realizada de 9 a 14 de outubro de 2007, em seis dias de evento, com entrada gratuita.

Para a sétima edição, o Icumam escolheu, como tema, a produção audiovisual documental. A Goiânia Mostra Curtas tem ainda a seguinte programação permanente: Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás, Curta Mostra Municípios, 6a Mostrinha e Curta Mostra Cinema nos Bairros.

 

Este projeto tem por objetivo a preparação de novos diretores de fotografia, diretores de arte e editores e montadores para a atividade profissional cinematográfica atualizada.

Este projeto foi realizado em três etapas: Direção de Fotografia Digital, Direção de Arte e Edição e Montagem. Cada etapa será desenvolvida em 15 horas semanais.

Este projeto foi realizado de 25 junho a 13 de julho de 2007, incentivado pela Lei Municipal de Incentivo a Cultura de Goiânia e patrocinado pela SAGA.

 

2008

 

Nessa edição do curso a Icumam, propôs os módulos de Som Direto e Finalização de Som, Continuidade Cinematográfica, Roteiro Avançado e Produção Executiva – Formatação de projeto. Cada curso tem 16 horas/aula, todos ministrados por profissionais experientes e de trabalho nacionalmente reconhecido.

Este projeto foi realizado entre os dias 22 abril a 22 de maio e contou com o apoio da Lei de Incentivo a Cultura e patrocínio da Saga e Brasil Telecom.

 

A oitava edição se realizou de 7 a 12 de outubro de 2008, em seis dias de evento, com entrada gratuita.

Desde sua primeira edição a Mostra tem sido sucesso de público, conquistando espaço cada vez maior na mídia regional e nacional. Estima-se que o evento já tenha recebido mais de 116.600 espectadores nos últimos sete anos e, para 2008, espera-se um público superior a 21.000 participantes.

Como acontece a cada ano, a Goiânia Mostras Curtas define uma temática que permeia toda a programação do festival, entre sessões de exibição, oficinas, lançamentos de livros, seminários e debates. Para a oitava edição, o ICUMAM escolheu, como tema, a produção audiovisual Vídeo arte. A Goiânia Mostra Curtas tem ainda a seguinte programação permanente: Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás, Curta Mostra Municípios, 7a Mostrinha e Curta Mostra Cinema nos Bairros.

 

2009

 

Nessa edição do curso o Icumam, propôs os módulos, de Finalização, de Produção de Lançamento e de Distribuição e Exibição. Cada curso tem 16 horas/aula, todos ministrados por profissionais experientes e de trabalho nacionalmente reconhecido.

Este projeto será realizado do dia a4 ao dia 18 de abril de 2009 e conta com o apoio da Lei de Incentivo a Cultura e patrocínio da Saga, e apoio SEBRAE.

 

Este projeto consiste em exibições de filmes em praça pública, nas cidades do interior de Goiás, que não têm acesso as salas cinemas. E objetiva contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, formando platéias, criando oportunidade de lazer e cultura para a maioria da população, lhes possibilitando assistir a filmes nacionais, com equipamentos comparados, em qualidade,  a salas de cinema.

Este projeto  percorreu 21 cidades do interior de Goiás, de 16 de abril a 29 de maio de 2009 e foi realizado por meio da Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio da Novo Mundo.

 

A nona edição do Goiânia Mostra Curtas se realizou de 6 a 11 de outubro de 2009, em seis dias de evento, com entrada gratuita.

Desde sua primeira edição a Mostra tem sido um sucesso de público, conquistando espaço cada vez maior na mídia regional e nacional. Estima-se que o evento já tenha recebido mais de 169 mil espectadores nos últimos oito anos e, para 2009, o público estimado foi de 15 mil pessoas.

Como acontece a cada ano, a Goiânia Mostras Curtas define uma temática que permeia toda a programação do festival, entre sessões de exibição, oficinas, lançamentos de livros, encontros, seminários e debates. Para a nona edição, o Icumam escolheu como tema, a produção audiovisual em mídias portáteis. A Goiânia Mostra Curtas tem ainda a seguinte programação permanente: Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás, Curta Mostra Municípios, 8a Mostrinha e Curta Mostra Cinema nos Bairros.

 

A 4ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, realizada pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos – Governo Federal, desenvolvido por meio da Cinemateca Brasileira e do Centro Técnico do Audiovisual (CTAv). Em 2009, o Icumam – Instituto de Cultura e Meio Ambiente - participou como produção local da Mostra na cidade Goiânia, que foi realizada do dia 3 a 8 de novembro.

 

2010

 

Iniciando um novo ciclo no ano de 2010 O Curso de Formação Profissional em Cinema para Iniciantes/Estudantes visou a formação e capacitação de profissionais interessados em atuar na área de produção audiovisual.

Nessa edição do curso o Icumam, propôs três módulos: “Roteiro” com Di Moretti, “Assistente de direção” com Julia Moraes e “Produção” com Humberto Neiva. Profissionais experientes e nacionalmente reconhecidos forão convidados a ministrar 15 horas/aula para cada um dos três módulos, totalizando 45 horas/aula de curso.

Este projeto foi realizado do dia 5 de abril ao dia 1º de maio de 2010 e contou com o apoio da Lei de Incentivo a Cultura e patrocínio da Tropical Imóveis e SEBRAE.

 

Este projeto consiste em exibições de filmes em praça pública, nas cidades do interior de Goiás, que não têm acesso as salas cinemas. E objetiva contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, formando platéias, criando oportunidade de lazer e cultura para a maioria da população, lhes possibilitando assistir a filmes nacionais, com equipamentos comparados, em qualidade,  a salas de cinema.

No ano de 2010 o projeto  percorreu 20 cidades do interior de Goiás, de 19 de abril a 02 de Junho de 2010 e foi realizado por meio da Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio da Novo Mundo.

 

A décima edição da Goiânia Mostra Curtas se realizou de 5 a 10 de outubro de 2010, em seis dias de evento, com entrada gratuita.

Em 2010 a Goiânia Mostra Curtas comemorou 10 anos de atuação no audiovisual brasileiro, em especial, no estado de Goiás.  Em suas nove edições anteriores a GMC atingiu a marca de 169.000 mil espectadores, levou ao público goiano 1081 filmes, envolveu 1148 profissionais e conquistou uma média de 510 parcerias. Em 2010, estima-se que um público foi de 11.000 mil espectadores.

O tema do evento este ano foi o aniversário de dez anos da Goiânia Mostra Curtas, celebrado tanto na sala de exibição quanto em oficinas, seminário, palestra, encontros e mesas de debate. 

A 10ª Goiânia Mostra Curtas teve a seguinte programação: Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás, Curta Mostra Municípios, 9a Mostrinha, Curta Mostra Petrobras, Curta Mostra Especial 10 anos e Curta Mostra Cinema nos Bairros.

 

Mostra realizada pela secretaria de Direitos Humanos da Presidência da republica, com produção da Cinemateca Brasileiro.

Em 2010, o Icumam – Instituto de Cultura e Meio Ambiente - participou como produção local da Mostra na cidade Goiânia.

 

2011

 

Continuando o ciclo iniciado em 2010 o Curso de Formação Profissional em Cinema para Iniciantes/Estudantes visou a formação e capacitação de profissionais interessados em atuar na área de produção audiovisual.

Nessa edição do curso o Icumam, propôs 3 módulos: “Direção de Arte” com Ana Paula Cardoso, “Direção de Fotografia” com Pablo Baião e “A prática da montagem” com João Maria. Profissionais experientes e nacionalmente reconhecidos forão convidados a ministrar 15 horas/aula para cada um dos três módulos, totalizando 45 horas/aula de curso.

Este projeto foi realizado do dia 2 a 20 de maio de 2011 e contou com o apoio da Lei de Incentivo a Cultura e patrocínio do SEBRAE.

 

Este projeto consiste em exibições de filmes em praça pública, nas cidades do interior de Goiás, que não têm acesso as salas cinemas. E objetiva contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, formando platéias, criando oportunidade de lazer e cultura para a maioria da população, lhes possibilitando assistir a filmes nacionais, com equipamentos comparados, em qualidade,  a salas de cinema.

No ano de 2011 o projeto  percorreu 12 cidades do interior de Goiás, de 26 de abril a 20 de maio de 2011 e foi realizado por meio da Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio da Novo Mundo.

 

A 11ª edição da Goiânia Mostra Curtas se realizou de 4 a 9 de outubro de 2011, em seis dias de evento, com entrada gratuita.

Em 2011 a Goiânia Mostra Curtas consolidou mais de 10 anos de atuação no audiovisual brasileiro, em especial, no estado de Goiás.  Em suas dez edições anteriores a GMC atingiu a marca de 195.000 mil espectadores, levou ao público goiano 1306 filmes, envolveu 1426 profissionais e conquistou uma média de 624 parcerias. Em 2011, estima-se que um público foi de 16.000 mil espectadores.

O tema da 11ª Goiânia Mostra Curtas foi a diversidade sexual, celebrado tanto na sala de exibição, através da Mostra Especial, intitulada: Devassos Chegam ao paraíso, em mesas de debate. 

A 11ª Goiânia Mostra Curtas teve a seguinte programação: Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás, Curta Mostra Municípios, 10a Mostrinha, Curta Mostra Petrobras, Curta Mostra Especial e Curta Mostra Cinema nos Bairros.

 

Mostra realizada pela secretaria de Direitos Humanos da Presidência da republica, com produção da Cinemateca Brasileiro.

Em 2011, o Icumam – Instituto de Cultura e Meio Ambiente - participou como produção local da Mostra na cidade Goiânia.

 

2012

 

Dando sequencia ao ciclo iniciado em 2010 o Curso de Formação Profissional em Cinema para Iniciantes/Estudantes visou a formação e capacitação de profissionais interessados em atuar na área de produção audiovisual.

Nessa sétima edição do curso o Icumam, propôs três módulos: “Som Direto” com Gabriela Cunha, “Roteiro Adaptado” com Di Moretti e “Produção Executiva” com Sérgio Kieling. Profissionais experientes e nacionalmente reconhecidos forão convidados a ministrar 15 horas/aula para cada um dos três módulos, totalizando 45 horas/aula de curso.

O projeto que foi realizado do dia 14 a 31 de maio de 2012 e contou com o patrocínio do SEBRAE e apoio do Centro Cultural UFG.

 

Este projeto consiste em exibições de filmes em praça pública, em cidades do interior de Goiás, que não têm acesso as salas cinemas. E objetiva contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, formando platéias, criando oportunidade de lazer e cultura para a maioria da população, lhes possibilitando assistir a filmes nacionais, com equipamentos comparados, em qualidade,  a salas de cinema.

No ano de 2012 o projeto  percorreu 8 cidades do interior de Goiás, de 4 a 21 de maio de 2012 e foi realizado por meio da Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio da Novo Mundo e apoio das Prefeituras das cidades onde o projeto foi realizado.

 

A décima segunda edição da Goiânia Mostra Curtas se realizou de 2 a 7 de outubro de 2012, em seis dias de evento, com entrada gratuita.

Em 2012 a Goiânia Mostra Curtas completou 12 anos de atuação no audiovisual brasileiro, em especial, no estado de Goiás.  Em suas doze edições a GMC atingiu a marca de 210.000 mil espectadores, levou ao público goiano 1392 filmes, envolveu 1550 profissionais e conquistou uma média de 699 parcerias. Somente em 2012, estima-se que um público foi de 15.000 mil espectadores.

O tema da Curta Mostra Especial da 12ª Goiânia Mostra Curtas foi Mulheres na Direção: A personalidade feminina nas imagens do Brasil Atual. A 12ª Goiânia Mostra Curtas teve a seguinte programação: Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás, Curta Mostra Municípios, 11a Mostrinha, Curta Mostra Petrobras, Curta Mostra Especial e Curta Mostra Cinema nos Bairros. Além de atividades paralelas como debates, seminário, oficinas e palestra.

 

Mostra realizada pela secretaria de Direitos Humanos da Presidência da republica, com produção da Cinemateca Brasileira do Ministério da Cultura e patrocínio da Petrobras.

Em 2012, o Icumam – Instituto de Cultura e Meio Ambiente - participou como produção local da Mostra na cidade Goiânia.

 

2013

 

Dando sequencia ao ciclo iniciado em 2010 o Curso de Formação Profissional em Cinema para Iniciantes/Estudantes visou a formação e capacitação de profissionais interessados em atuar na área de produção audiovisual.

Na oitava edição do curso o Icumam, propôs três módulos: “Interpretação para Cinema” com Frederico Foroni, “Direção – Do roteiro à pós-produção” com Marco Dutra e “Continuidade no Cinema e Televisão” com Rodrigo Diaz Diaz. Profissionais experientes e nacionalmente reconhecidos foram convidados a ministrar 15 horas/aula para cada um dos três módulos, totalizando 45 horas/aula de curso. O projeto que foi realizado do dia 07 a 24 de Maio de 2013 e contou com o patrocínio do SEBRAE e apoio do Centro Cultural Cara Vídeo e do Espaço Quasar.

 

Este projeto consiste em exibições de filmes em praça pública, em cidades do interior de Goiás, que não têm acesso as salas cinemas. E objetiva contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, formando platéias, criando oportunidade de lazer e cultura para a maioria da população, lhes possibilitando assistir a filmes nacionais, com equipamentos comparados, em qualidade, a salas de cinema. No ano de 2013 o projeto percorreu 9 cidades do interior de Goiás, de 3 a 21 de maio de 2013 e foi realizado por meio da Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio da Novo Mundo e apoio das Prefeituras das cidades onde o projeto foi realizado.

 

O curta-metragem chega a 10 bairros de Goiânia de 03 a 26 de Junho de 2013, como extensão da programação da 12ª Goiânia Mostra Curtas que aconteceu no Teatro Goiânia de 02 a 07 de Outubro de 2012.A projeção de 14 filmes em pontos de cultura e associações de bairros, com filmes dos gêneros animação, documentário e ficção vão encantar espectadores de todas as idades nos bairros Jardim Itaipú, Conjunto Caiçara, Setor Santa Genoveva, Jardim das Aroeiras, Setor Santos Dumont, Vila Morais, Setor Forteville, Jardim Novo Mundo, Jardim Balneário Meia Ponte, Jardim Primavera, em Goiânia. O público que vive distante do centro da cidade e carece de eventos culturais frequentes nos lugares onde vivem tem, assim, a oportunidade de conhecer uma amostra da produção audiovisual brasileira recente em curta-metragem.

 

A 13ª edição da Goiânia Mostra Curtas se realizou de 8 a 13 de outubro de 2013, em seis dias de evento, com entrada gratuita.

Em 2013 a Goiânia Mostra Curtas completou 13 anos de atuação no audiovisual brasileiro, em especial, no estado de Goiás. Em suas treze edições a GMC atingiu a marca de 221 mil espectadores, levou ao público goiano 1482 filmes, envolveu 1674 profissionais e conquistou uma média de 779 parcerias. Somente em 2013, estima-se que um público foi de 11.000 mil espectadores.

O tema da Curta Mostra Especial da 13ª Goiânia Mostra Curtas foi o Futebol Arte com curadoria do diretor e idealizador do CineFOOT, Antônio Leal. A 13ª Goiânia Mostra Curtas teve a seguinte programação: Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Goiás, Curta Mostra Municípios, 12ª Mostrinha, Curta Mostra Especial e Curta Mostra Cinema nos Bairros. Além de atividades paralelas como debate, oficinas, palestra e soma-se à sua programação a primeira edição do Icumam Lab – Laboratório de Fomento à Produção Audiovisual no Centro-Oeste – alinhado às necessidades cada vez mais latentes no segmento audiovisual, na perspectiva de oferecer aos profissionais da região mais um propulsor da atividade audiovisual e da economia criativa.

 

Mostra realizada pela secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com produção da Universidade Federal Fluminense e patrocínio da Petrobras. Em 2013, o Icumam – Instituto de Cultura e Meio Ambiente - participou como produção local da Mostra na cidade Goiânia.

 

2014

 

Finalizando o ciclo iniciado em 2010 o Curso de Formação Profissional em Cinema para Iniciantes/Estudantes visou a formação e capacitação de profissionais interessados em atuar na área de produção audiovisual.

Na nona edição do curso o Icumam, propôs três módulos: “Finalização: Pós-produção para Cinema e Vídeo” com José Augusto de Blasiis, “Produção de Lançamento” com Victor Brunetti e “Distribuição e Exibição” com Humberto Neiva. Profissionais experientes e nacionalmente reconhecidos foram convidados a ministrar 15 horas/aula para cada um dos três módulos, totalizando 45 horas/aula de curso. O projeto, que foi realizado do dia 3 a 17 de abril de 2014, contou com o patrocínio da Papelaria Tributária, do Sebrae Goiás e apoio do Centro Cultural Cara Vídeo.

 

Este projeto consiste em exibições de filmes em praça pública, em cidades do interior de Goiás, que não têm acesso as salas cinemas. E objetiva contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, formando plateias, criando oportunidade de lazer e cultura para a maioria da população, lhes possibilitando assistir a filmes nacionais, com equipamentos comparados, em qualidade, a salas de cinema. No ano de 2014 o projeto percorreu oito cidades do interior de Goiás, de 6 a 19 de maio de 2014 e foi realizado por meio da Lei Goyazes de Incentivo a Cultura Estadual com patrocínio da Novo Mundo e apoio das Prefeituras das cidades onde o projeto foi realizado.

 

A 14ª edição da Goiânia Mostra Curtas se realizou de 7 a 12 de outubro de 2014, em seis dias de evento, com entrada gratuita. Em quatorze anos, a Goiânia Mostra Curtas cumpriu o desafio de democratizar o acesso à produção audiovisual brasileira, capacitar profissionais e formar plateia para o cinema nacional. Essa vitrine generosa e diversa de nossa cultura colocou e consolidou o Estado de Goiás no circuito dos mais expressivos festivais de cinema em curta-metragem do Brasil.

Cada um dos 14 mil espectadores desta edição teve o privilégio de assistir na tela da Goiânia Mostra Curtas, ao mais recente panorama do curta-metragem brasileiro e regional contemporâneo, em um esforço de reflexão sobre o caminho percorrido pela linguagem audiovisual no Brasil, suas temáticas, estéticas, tendências e inovações.

Em 2014, o foco da Goiânia Mostra Curtas na produção em vídeo dos anos de 1980 possibilitou ainda homenagear e reunir importantes profissionais da área em conjunto com um panorama das obras produzidas por artistas pertecentes à "geração do vídeo independente brasileiro", surgida na década de 1980.

 

Mostra realizada pela secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com produção da Cinemateca Brasileira. Em 2014, o Icumam – Instituto de Cultura e Meio Ambiente - participou como produção local da Mostra na cidade Goiânia.

 

2015

 

Programa que tem como objetivo a preparação de cineastas para pitching, desde as etapas de preparação de projetos audiovisuais, até a captação, produção e distribuição dos filmes. Podem ser inscritos filmes independentemente do estágio de financiamento, com roteiro em desenvolvimento e diretor definido. Foram selecionados 12 projetos de longa metragem para o laboratório.

 

Realizou, em Goiânia, entre os meses de abril e outubro/2015, um programa intensivo de capacitação profissional, especialmente dedicado ao desenvolvimento de roteiros audiovisuais para ficção, documentário, séries para televisão e telenovela através de trabalho imersivo e direcionado entre os ministrantes/consultores e os alunos selecionados em todos os módulos, sendo a primeira etapa nos dias 08 a 10 de abril e a segunda nos dias 07 a 10 de outubro. O curso contou com a presença dos instrutores Di Moretti – Documentário, Thiago Dottori – Ficção, Felipe Santangelo – Séries de TV e Marcos Lazarini – Telenovela.

 

Este projeto consiste em exibições de filmes em praça pública, em cidades do interior de Goiás, que não têm acesso as salas cinemas. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento do mercado do cinema nacional, formando plateias, criando oportunidade de lazer e cultura para a maioria da população, lhes possibilitando assistir a filmes nacionais, com equipamentos comparados, em qualidade, a salas de cinema. No ano de 2015, o projeto percorreu 15 cidades do interior de Goiás.

 

A 15ª edição da Goiânia Mostra Curtas foi realizada de 6 a 11 de outubro de 2015, em seis dias de evento, com entrada gratuita.

O Festival contribuiu para a difusão e formação de plateia para o cinema nacional e valorizou a diversidade cultural brasileira como ferramenta para a construção de uma sociedade crítica, tolerante, pacífica e cidadã, através de uma ação cultural eficiente pautada numa rica programação de filmes, oficinas, encontros e debates. Ano após ano, a Goiânia Mostra Curtas reafirma o seu papel de formação de público ao realizar todas as suas atividades gratuitamente, democratizando o acesso a todas as sessões e contribuindo para que a população goiana mantenha contato cada vez mais estreito com o que há de mais significativo e atraente no campo do curta-metragem. A programação do festival foi elaborada para cumprir um formato de nove dias de atividades: seis dias no teatro Goiânia e os outros três dias de exibição de filmes em praça pública, em bairros de Goiânia.

 

Mostra realizada pela Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República. Em 2015, o Icumam – Instituto de Cultura e Meio Ambiente - participou como produção local da Mostra na cidade Goiânia. O evento foi realizado de 1º a 6 de dezembro no Centro Cultural Marieta Teles Machado.

 

2016

 

Sete dias de imersão e reflexão no desenvolvimento de seu projeto audiovisual. É o que o 3º Icumam Lab ofereceu, entre os dias 10 e 17 de abril de 2016, ao reunir consultores para a orientação de nove propostas selecionadas nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. O 3º Icumam Lab também promoveu encontros e palestras abertas ao público. O objetivo principal desta iniciativa é o fortalecimento e propulsão dos projetos participantes e a qualificação dos profissionais da região frente à atual demanda de produção não somente para o formato de longa-metragem, mas também para projetos de séries, documentais e ficcionais (live action e/ou animação).

Ampliado em 2016, o Icumam Lab contou com seis tutores especialistas em áreas diversas e vocacionados para o compartilhamento de experiências, como Aleksei Abib, Beth Formaggini, Fernanda de Capua, Juliana Rojas, Rafael Sampaio e Thiago Dottori.

 

Uma ação de qualificação profissional que tem impacto relevante na formação de mão-de-obra para o mercado do audiovisual em Goiás. Desde 2015, o projeto ganhou aprofundamento constituindo o Núcleo de Desenvolvimento de Roteiros Audiovisuais. Em sua décima primeira edição, a proposta é trabalhar projetos de ficção e desenvolvimento de personagens ficcionais, bem como séries de TV (drama e humor).

Gratuito, ministrado em módulos, estruturado em duas etapas, o curso é conduzido por profissionais atuantes no mercado cinematográfico, interessados na troca de experiências. Este ano o Curso de Formação em Cinema reúne Di Moretti (ficção), Marcelo Starobinas (personagens), Thiago Dottori (série de TV dramática) e Denis Nielsen (série de TV humorística). A primeira etapa foi realizada entre 11 e 13 de maio, e a etapa 2 acontece de 6 a 8 de outubro de 2016.

 

2017

             O 4º Icumam Lab – Laboratório de Fomento à Produção Audiovisual no Centro-Oeste, foi realizado entre os dias 2 e 8 de abril e reuniu 11 diretores e nove produtores de projetos selecionados para essa edição. Juntos, durante sete dias, eles vivenciaram um verdadeiro mergulho nos processos de produção de seus trabalhos com consultoria exclusiva e gratuita de profissionais de peso do mercado do cinema nacional. A pousada Monjolo, localizada em Nerópolis, foi o cenário escolhido para a imersão.

O saldo dessa edição contabiliza  35 profissionais envolvidos,  seis tutores, três palestrantes, três palestras abertas, 174 inscritos prioritariamente nas palestras e a participação de representantes dos três estados do Centro-Oeste e Distrito Federal. Esse ano o Laboratório bateu recorde com 57 projetos inscritos, sendo 16 projetos de Goiás, sete do Mato Grosso, cinco do Mato Grosso do Sul e 26 do Distrito Federal.  Em três edições, já foram 27 projetos participantes,  dos quais nove estão em fase de execução/ financiamento e um já foi realizado..

 

                   O Curso de Formação Profissional – Núcleo de Desenvolvimento de Roteiros Audiovisuais, finalizou com êxito a Etapa 1 da  sua 12ª edição, entre os dias 15 e 17 e 22 e 24 de março. Foram 238 inscritos,  100 selecionados para os cinco módulos, 20 parcerias e cerca de 40 profissionais envolvidos. As oficinas foram ministradas nos Espaços Culturama e Centopeia em Goiânia.  Ampliado em 2017, o Curso de Formação ofereceu 20 vagas a mais com relação a 11ª edição.

            Este ano estão sendo trabalhados os módulos de Ficção, Séries de TV (drama e humor), Animação e Documentário com Chico Mattoso, Thiago Dottori, Denis Nielsen, Cesar Cabral e Di Moretti, respectivamente.  Para a Etapa 1 do curso foram oferecidas 100 vagas, sendo 20  para cada módulo. As inscrições foram realizadas entre os dias 17 de janeiro e 20 de fevereiro, pelo site do Icumam ( www.icumam.com.br).   Foram selecionados roteiristas, estudantes, profissionais do audiovisual e profissionais de comunicação. A Etapa 2 acontecerá dentro da programação da 17ª Goiânia Mostra Curtas, em outubro.

 

Entre 16 e 23 de maio Goiânia recebeu a décima primeira edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos, uma realização do Ministério de Direitos Humanos, com produção nacional do Instituto Cultura em Movimento – ICEM, coordenação e produção local do Instituto de Cultura e meio Ambiente – ICUMAM e patrocínio da Petrobras e do Itaú.

             A 17ª Goiânia Mostra Curtas acontece entre os dias 3 e 8 de outubro no Teatro Goiânia e é composta por cinco mostras competitivas, sendo a Mostrinha voltada inteiramente ao público infanto-juvenil e geral interessado, que articula a rede pública de ensino do estado, e uma mostra especial não competitiva e todo o ano é escolhido um tema a fim de promover a reflexão e o debate sobre o assunto. Conta também com vasta programação paralela como lançamentos literários, palestras, debates, atividades formativas e oficinas que são essenciais para a qualificação e amadurecimento tanto das produções quanto dos profissionais goianos.