Leo Mecchi

Produtor

Nos últimos 10 anos produziu diversos filmes, dentre os quais destacam-se: Obra, de Gregório Graziosi, selecionado para os festivais cinema de Roma, Toronto e premiado no Festival do Rio; Super Nada, de Rubens Rewald, premiado como melhor filme no Festival do Rio e como melhor ator no Festival de Gramado; e Chantal Akerman, de cá, de Gustavo Beck e Leonardo Luiz Ferreira, selecionado para os festivais FidMarseille na França, Viennale na Áustria e BAFICI na Argentina.

Como diretor da empresa Enquadramento Produções, trabalha atualmente na finalização do longa-metragem Mormaço, de Marina Meliande (Cinéfondation Residence e Work-in-Progress Award no Holland Film Meeting), e Los Silencios, de Beatriz Seigner (contemplado pelo Aide aux Cinémas du Monde e Ibermedia, em coprodução com a produtora francesa CinéSud Promotion e a colombiana DíaFragma), e na filmagem de A Morte Habita à Noite, de Eduardo Morotó (Cinéma en Développment e FiGa/Br Award no BrLab).

Ele atua, ainda, no desenvolvimento de A Febre, de Maya Da Rin (Cinéfondation Residence, La Fabrique des Cinémas du Monde, contemplado pelo Aide aux Cinémas du Monde, World Cinema Fund, TorinoFilmLab e Hubert Bals Fund, em coprodução com a produtora francesa Still Moving e a alemã Komplizen). Leonardo Mecchi também atua como curador, jurado e produtor de festivais e mostras de cinema