Marcelo Siqueira

Diretor da Mistika

Começou sua carreira na área audiovisual aos 15 anos.
Em 1998, fazendo parte do Grupo Casablanca, foi convidado a desenvolver a TeleImage, núcleo de entretenimento do grupo, que viria se tornar a maior pós-produtora de cinema da America Latina. Foi pioneiro na utilização da tecnologia Intermediação Digital com os filmes O Auto da Compadecida e Gêmeas em 1999 e em 2001 foi novamente pioneiro na utilização do uso da tecnologia HD em todo o processo da produção de Xuxa e os Duendes. Em 2003 criou o núcleo de restauração da empresa, onde trabalhou em obras importantes, como Pelé Eterno , de Anibal Massaini, o acervo do cineasta Joaquim Pedro de Andrade e de Mario Civelli. Sica levou para a TeleImage o conceito de finalização em 2k e 4k. Em 2010 foi o vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, pelos efeitos visuais do longa-metragem Besouro , de João Daniel Tikhomiroff e foi indicado ao Prêmio Goya (Espanha) pelo longa metragem LOPE , de Andrucha Waddington. Em 2011 concorreu novamente no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, com o Filme Eu e Meu Guarda-chuva de Tony Vanzolini e assumiu, a partir daquele ano a direção da Mistika Post.