6º ICUMAM LAB PROMOVE PALESTRAS ABERTAS AO PÚBLICO EM PROGRAMAÇÃO ONLINE

O Icumam Cultural e Instituto convida o público em geral para as duas palestras abertas dentro da programação do 6º Icumam Lab, de 6 a 17 de julho, em formato online. No dia 13 de julho (segunda), das 10 às 12h, o cineasta e roteirista João Paulo Miranda fala sobre sua trajetória na palestra “Do cinema de interior à experiência internacional”, com mediação do produtor Rafael Sampaio. E no dia 16 de julho (quinta), das 18 às 20h, a produtora Emilie Lesclaux apresenta o “Estudo de caso do filme Bacurau”, com mediação do produtor Ivan Melo. A transmissão das palestras se dará via canal do Icumam no YouTube e não há necessidade de inscrição.

“Ter a participação de figuras tão importantes e representativas do cinema brasileiro no exterior é motivo de muita alegria. Tendo ambos trajetórias de sucesso em seus diversos projetos, estamos certos da contribuição deles para o laboratório, no sentido de inspirar os participantes no desenvolvimento aprofundado de suas produções. E o público em geral poderá conhecer os processos pelos quais uma produção audiovisual passa, desde a concepção até a tela”, enfatiza Maria Abdalla, diretora do 6º Icumam Lab.

A realização é do Icumam Cultural e Instituto, apresentação do Fundo de Arte e Cultura de Goiás através do Governo do Estado de Goiás e apoios do BrLab, Mistika, DOT Cine, C/as4atro e Vermelho Filmes.

Do cinema de interior à experiência internacional – Em sua palestra, o diretor e roteirista João Paulo Miranda fala sobre a construção de um Cinema Caipira a partir das produções na cidade de Rio Claro-SP com o coletivo Kino-Olho, fundado por ele, utilizando da experimentação com filmes-ensaios até a realização profissional de seus curtas que competiram em Cannes (2015 e 2016) e Veneza (2017). A experiência de Laboratórios internacionais, Residência Artística Cinéfondation e a co-produção internacional com seu longa-metragem de estreia, Casa de Antiguidades, que está na Seleção Oficial do Festival de Cannes 2020, também serão abordadas.

Estudo de caso do filme Bacurau – A produtora Emilie Lesclaux fala sobre a trajetória de Bacurau, filme brasileiro ganhador do prêmio do júri no Festival de Cannes 2019. Nascida na França, a produtora mora desde 2002 no Recife-PE. Em 2018, produziu o longa Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, que estreou na competição do Festival de Cannes em maio de 2019 e ganhou o Prêmio do Júri. Atualmente trabalha em mais quatro projetos de filmes e uma série de documentários para televisão.

Saiba mais sobre os palestrantes aqui.