Ouro Verde S.A.

Ouro Verde S.A (DF)

longa-metragem de ficção

 

SINOPSE

Num futuro próximo, numa Cooperativa de armazenamento e processamento de soja, Ouro Verde S.A., robotizada e automatizada, controlada por uma inteligência artificial denominada NEO, poucos trabalhadores são necessários para seu funcionamento. Tudo é feito para que os trabalhadores tenham o máximo de desempenho e assim maior produtividade. Nesse sentido, são distribuídos para eles comprimidos anti-sonho, pois os sonhos podem distraí-los do trabalho. Ubiratan, ou Bira como é chamado, um jovem de traços indígenas, é um dos safrista, que quer crescer na carreira e se esforça para ser um bom trabalhador, acreditando que a Cooperativa é o seu mundo. Mas aos poucos ele vai sendo corrompido pelos sonhos e pelas amizades que faz. Ele vai resgatando uma relação com a natureza que não tinha mais, com seus antepassados, com seus sonhos. Aos poucos a Cooperativa vai perdendo o sentido para ele. São as amizades com Tião, um safrista mais velho e depois com Jamila, uma safrista jovem, de traços negros, que lhe mostram um outro caminho possível. Ele abandona as pílulas anti-sonho e embarca num caminho do sensível através dos sonhos, que aos poucos vai ganhando mais realidade e a realidade vai parecendo mais um sonho absurdo. Sobretudo quando o sistema operacional NEO  parece querer controlar mais ainda do que já faz. Acidentes estranhos acontecem e o sistema começa a desobedecer as ordens de Otávio, o gerente da Cooperativa. Tudo em nome do máximo de produtividade. Bira e Jamila vão juntos enfrentar essa realidade e descobrir uma solução no sonho.

 

Diretor

André Carvalheira

André Carvalheira tem formação em cinema pela Universidade de Brasília e pela École Superieure libre d’Études Cinématographiques (França). Iniciou sua carreira no audiovisual em 1996 como assistente de câmera, pouco depois passou a atuar como diretor de fotografia e diretor. Sendo responsável pela fotografia de 16 longas-metragem e aproximadamente 40 curtas-metragem, além de documentários para a televisão, mini- séries, publicidades, institucionais, clipes, shows.Como diretor já realizou cinco curta-metragens entre 1998 e 2010; um documentário para a TV Câmara; um vídeo-arte para o Ano do Brasil na França; por último, o longa-metragem New Life S.A (2018).

 

 Produtor

Alisson Machado

Alisson Machado nasceu em Brasília em 1975. Graduou-se em Comunicação Social – Jornalismo pelo Instituto de Educação Superior de Brasília (2004) e em Produção Audiovisual pelo Instituto Científico de Ensino Superior e Pesquisa (2009). Especializou-se em Artes Visuais: Cultura e Criação – pelo SENAC/DF Pos- Ead (2007) e em cinema – FilmWorks – pela Academia Internacional de cinema (2006). Em 2017 participou do Taller de Produção Executiva Internacional pela Escola de Cinema e TV de Santo Antonio de Los Banhos EICTV, com 180 horas. Iniciou sua carreira em 2000, como assistente de produção em curtas e longas- metragens. Estudou e experimentou as outras diversas áreas do audiovisual tais como direção, fotografia, captação de som, edição e finalização, mas firmou-se mesmo como produtor. Sócio fundador da Machado Filmes, produtora de cinema associada à BASE Coletivo Audiovisual, tem ampliado seu portfólio com criação e gestão de projetos audiovisuais, tornando-se um dos mais atuantes produtores independentes de Brasília-DF.