Marcelo Siqueira

Diretor da Mistika

Começou sua carreira no audiovisual aos 15 anos. Em 1998, fazendo parte do Grupo Casablanca, foi convidado a desenvolver a TeleImage, núcleo de entretenimento do grupo, que viria se tornar a maior pós­-produtora de cinema da América Latina. Foi pioneiro na utilização da tecnologia Intermediação Digital, com os filmes O Auto da Compadecida e Gêmeas, em 1999. Em 2003, criou o núcleo de restauração da empresa, onde trabalhou em obras como Pelé Eterno, de Anibal Massaini, e acervo do cineasta Joaquim Pedro de Andrade. Levou para a TeleImage o conceito de finalização em 2k e 4k. Em 2010, foi o vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, pelos efeitos visuais do longa-­metragem Besouro, de João Daniel Tikhomiroff, e foi indicado ao Prêmio Goya (Espanha) pelo longa-metragem Lope, de Andrucha Waddington. Em 2011, deixa a direção do grupo Casablanca para montar sua própria companhia, a MISTIKA, produtora e pós-produtora que, além de atender o mercado cinematográfico, produz e co-produz seus próprios projetos de entretenimento. Dentre eles, produziu para a Fox Channel a série Câmera Selvagem; Especial de 30 Anos do Biquini Cavadão; Especial Cabaré Vinícius, com Paulo Ricardo e Toquinho (inédito). Em 2017, foi o vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, pelos efeitos visuais do longa-­metragem que co-produziu: Pequeno Segredo, de David Schurmann. Dez vezes indicado como “melhores efeitos visuais”, em 2016 assinou 20 longas como supervisor de pós-produção e efeitos, entre os quais De onde eu Te Vejo (Luiz Vilaça), Por Trás do Céu (Caio Soh), Saltimbancos Trapalhões rumo a Hollywood (João Daniel Tikhomiroff) e O Grande Circo Místico (Cacá Diegues), onde partilhou os efeitos com outras empresas além da Mistika – sendo Guará Fx e Afinal Filmes. Dentre vários projetos em realidade virtual, recriou o primeiro show dos Beatles no Shea Stadium de Nova York – projeto exibido na BeatleMania Experience, em São Paulo.