7º Icumam Lab encerrado com premiações e cerca de 570 participações online

Depois de duas semanas de imersão, troca de experiências, parcerias e muito aprendizado, o 7º Icumam Lab chegou ao fim. Este ano, das 41 inscrições recebidas do Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, seis projetos foram selecionados, sendo três de longa-metragem e três de séries de TV. Todos na categoria ficção, conforme estabelecido pelo regulamento.

Com estes selecionados, são mais de 60 projetos que passaram pelo Icumam Lab. Destes, 24 estão em diferentes fases de produção e finalização. Muitos, inclusive, foram exibidos nos cinemas e circuitos de festivais. 

Em um ambiente totalmente virtual, os 17 participantes, entre diretores, produtores e roteiristas tiveram acesso a consultorias individuais e em grupo, pitching, duas palestras abertas, uma fechada e duas exclusivas para os participantes, além da possibilidade de estar nas atividades do BrLab, um dos mais expressivos eventos de desenvolvimento de projetos da América latina, que aconteceu simultâneo ao 7º Icumam Lab. 

As palestras abertas, especificamente, reuniram 569 pessoas online. O Laboratório, como um todo, envolveu 34 profissionais, 28 parcerias e mais 10 especialistas formaram o Júri de Pitching, Comissão de Seleção e Comissão Pedagógica.

Os participantes vivenciaram momentos incríveis, em discussões para o desenvolvimento e formação de seus projetos com especialistas na área, como a roteirista, diretora e editora, Ana Julia Travia; a produtora, documentarista e pesquisadora, Clara Ramos; a roteirista, diretora e produtora, Fernanda De Capua; o produtor Leonardo Mecchi; e a diretora e roteirista, Maria Clara Escobar. Foram 10 participações no total, entre tutores, palestrantes e mediadores. 

A edição deste ano o do Laboratório de Desenvolvimento de Projetos Audiovisuais do Centro-Oeste foi realizada de forma online por causa da pandemia de Covid-19 e a falta de incentivos e políticas públicas para o setor. Mesmo assim, cumpriu seu papel, trilhado ao longo desses anos, de contribuição para o crescimento do audiovisual, para este mercado em constante desenvolvimento, e para capacitação de produtores, roteiristas, diretores, entre outros.

Premiações

A premiação do Icumam Lab é uma forma de incentivo à produção, formação e desenvolvimento do audiovisual no Centro-Oeste, já que o Laboratório não tem caráter competitivo.

Durante o encerramento, o momento foi de muita comemoração para os produtores e diretores dos projetos “No Pôr do Sol (DF), “Viagens de Nina” (DF), “Japão” (GO), “Vestígios” (GO), e “Garvey” (DF). Respectivamente, eles receberam o apoio financeiro do Projeto Paradiso de R$ 5 mil, para ser utilizado em formação ou desenvolvimento; 36 horas de correção de cor oferecido pela DOTCINE; 15 mil em serviços de pós de imagem com validade de 4 anos, oferecido pela MISTIKA; consultoria de produção Executiva e consultoria individualizada de pitching, oferecidos pelo C/AS4TRO e Vermelho Filmes. 

Icumam Lab

Desde sua criação em 2013 até esta edição de 2021, foram 60 projetos contemplados, com participação de 105 diretores, produtores e roteiristas; 23 tutores, 16 palestrantes, 12 integrantes de comissão de seleção, 14 palestras; e participação do Distrito Federal e dos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Dos projetos que já passaram pelo Laboratório, 24 estão em diferentes etapas de produção e finalização, e alguns já foram distribuídos e exibidos.