Garvey

GARVEY

longa-metragem de ficção (DF)


SINOPSE

Uma garota atravessa corredores e portas de um hotel como se fosse um fantasma. Um espectro se desprende de uma placa. O mensageiro nota algo estranho e a camareira quer ir embora desse lugar. As pessoas se cruzam, mas poucos se notam. No Garvey, tudo um dia vai cair.



DIRETORES – Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia

Amanda Devulsky trabalha como diretora, montadora e roteirista. É co-criadora e editora do projeto Verberenas – Diálogos de cinema por mulheres realizadoras. É formada em Audiovisual pela UnB e mestra em Artes pela UERJ. Pedro B. Garcia é nascido em Goiânia, graduado em Audiovisual pela UnB e mestre pelo PPGCINE da UFF. Atua com cinema e educação em escolas da rede pública do Distrito Federal e foi parceiro do projeto Inventar com a Diferença.

Juntos realizaram os curtas Aulas que matei (2018) e Fantasma cidade fantasma (2016), exibidos respectivamente nas mostras competitiva do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e competitiva internacional do 30º Cinélatino Rencontres de Toulouse. Passaram por festivais brasileiros como Curta Kinoforum, FestcurtasBH, Goiânia Mostra Curtas, Mostra de Cinema de Tiradentes e outros. Receberam o prêmio de Melhor Cena no FRAPA (2019).

No momento, finalizam o longa documentário Vermelho Bruto, dirigido por Amanda, e desenvolvem seu primeiro longa de ficção, Garvey.



PRODUTOR – Vitor Graize 

É produtor e diretor, sócio da Pique-Bandeira Filmes,  empresa produtora fundada em 2010. Produziu “Arábia” (Affonso Uchôa e João Dumans, 2017), exibido em mais de 50 festivais internacionais e premiado como Melhor Filme no 50º Festival de Brasília; “Luz nos Trópicos” (Paula Gaitán, 2020), première mundial na 70ª Festival Internacional de Berlin (Berlinale Forum); “Diante dos Meus Olhos” (André Félix, 2018), exibido no Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba; e “Teobaldo Morto, Romeu Exilado” (Rodrigo de Oliveira, 2015), que estreou na Mostra de Cinema de Tiradentes (Aurora), além de vários curtas. Também assina a produção da série “Habitação Social – Projetos de um Brasil” (2019), exibida na TV Cultura e TV Brasil. O longa “Os Primeiros Soldados”, de Rodrigo de Oliveira, selecionado para o BrLab (2018), está em fase de pós-produção. Atualmente desenvolve os projetos “Continente”, de Tomás von der Osten; e “Garvey”, de Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia.